Tanajura (as Formigas Agricultoras)

Atta cephalotes - ou Tanajura

Chamam-se saúvas ou Tanajuras as formigas-cortadeiras no Brasil, especialmente aquelas maiores do gênero Atta, insetos da família dos formicídeos. Conta atualmente com cerca de duzentas espécies, todas nativas das Américas e mais abundantes na Região Neotropical. São chamadas ainda, entre outros nomes, de saúba, formiga-cortadeira, formiga-carregadeira entre outros. No Brasil, as saúvas constam como uma das mais importantes pragas agrícolas, sendo tão abundantes e ativas nas lavouras que os primeiros colonizadores as denominavam de "o verdadeiro Rei do Brasil".



As formigas-cortadeiras cortam pedaços de folhas, que carregam para seus formigueiros a fim de criarem um fungo que constitui o seu alimento exclusivo. As folhas e outras partes de plantas (tanto mono como dicotiledôneas) cortadas pelas saúvas, depois de levadas para o interior do formigueiro servem de substrato para o cultivo de um fungo mutualista do qual as formigas se alimentam. A exata identidade deste fungo varia de acordo com as espécies envolvidas, havendo as seguintes espécies listadas: Leucogábricos gongylophorus, Attamyces bromatificus, Pholota gongylophora (Moeller).

Rainha de Saúva cultivando Fungo


Tipos de trabalhos na colônia

Assim como as demais formigas, a rainha (chamada nas saúvas de Tanajura) precisam voar para acasalar com os machos (içás), a fim de escavar o solo ao cair, e fundar um novo formigueiro. São estes insetos de metamorfose completa, cujo desenvolvimento inclui desde o ovo, passando por algumas mudas larvais, e finalmente uma fase de pupa até a fase adulta. Três anos depois do início do formigueiro, o formigueiro começa a produzir içás e tanajuras que compõem o voo nupcial no início do verão. Uma rainha de saúvas pode viver mais de 20 até 30 anos.

Bitus: um dos ovos da rainha menos tratados são os machos. Ele acasala e depois morre. Também é produzido depois de três anos e faz um voo nupcial na primavera.

Cortadeiras: seu trabalho é carregar as folhas para o formigueiro.

Soldados: encarregadas de proteger o formigueiro dos invasores.

Lixeiras: limpeza da colônia, carregam o lixo para uma galeria mais funda e longe de todas para não transmitir doenças. Tipos de lixo: fungos e formigas mortas.

Enfermeiras: cuidam dos ovos, larvas e pupas e ajudam a rainha a cuidar dos filhotes.

Importância ecológica

Mesmo sendo considerado Pragas, a maioria das formigas tem um papel muito importante para o solo e para a reciclagem de material orgânico (nesse caso folhas) levando ao fundo do formigueiro criam um ciclo de adubação juntando com as galerias que podem facilmente a 5 metros de comprimento ajudam mesmo que sem querer a fazer a troca de sedimentos que ficam enterrados no solo, facilitando assim a criação de novas florestas.

Representação de um Formigueiro


Ciclo de Vida

Os ovos bem cuidados dão origem a formigas aladas, as fêmeas (tanajuras); os ovos mal cuidados dão origem a machos (bitus). No voo nupcial, macho e fêmea acasalam. O macho (bitu) morre. A fêmea volta ao chão, arranca suas asas e funda um novo formigueiro. Depois de uma semana, ela já produz ovos e, depois de 45 dias, os ovos chegam à idade adulta. Depois de uns anos, os ovos bem tratados viram formigas aladas que dão origens aos novos formigueiros. A fêmea guarda uma bolota de fungo que é alimento para as saúvas.

Saúvas em vários estágios durante sua vida


As formigas são uma das várias predadoras das tanajuras e içás.

A tanajura, como é conhecida a rainha, e o içá, bitu, vitu, cabitu, savitu, içabitu, sabitu ou escumana, como são conhecidos os machos, revoam para copular em dias claros no início do verão e no começo da estação chuvosa. Após a rainha ser fecundada, ela pode voltar ao solo para fundar um novo sauveiro. Traz consigo, no aparelho bucal, uma pelota de fungo de seu formigueiro natal que será usada como base inicial para o novo sauveiro, adubada com matéria fecal.


Etimologia

"Saúva" e "saúba" são oriundos do termo tupi ïsa'ub. "Maniuara" é oriundo do tupi mani'wara."Bitu", "sabitu", "vitu", "cabitu", "savitu" e "içabitu" vêm da junção dos termos tupis ïsá (formiga) e ibitu (vento). "Içá" é a forma reduzida do tupi ïsa'ub (formiga mestra). "Tanajura" provém do tupi tanayu'rá.


Controle natural

Durante o voo nupcial, as içás podem ser devoradas por pardais, andorinhas, sabiás e outras aves. Em terra, podem ser comidas por calangos, sapos e até por outras espécies de formigas, ou mesmo o homem.

Farofa de Tanajura- Prato tipico cearense

Durante a fundação do sauveiro novo, podem ser atacadas por outras formigas, tatus, tamanduás  e outros artrópodes predadores.

Cerca de 99% das tanajuras não chega a formar sauveiros maduros.



Culinária

As tanajuras e os içás de diversas espécies são apreciadas no Brasil como comida, sendo principalmente consumidas por nativos do interior dos estados de São Paulo e Minas Gerais, em algumas tribos de índios brasileiros e também em Pernambuco. Geralmente são preparadas fritas, em salmoura e misturadas com farofa, ou às vezes doces como paçocas. Em cidades do interior ou em áreas rurais, elas são servidas fritas na manteiga em bares e restaurantes populares. Essa tradição foi passada para os sertanejos e tropeiros, os quais, ainda nos dias atuais, não deixam a tradição ser esquecida de vez.

No nordeste brasileiro as tanajuras fazem parte de um cardápio exótico, sendo iguaria em mercados públicos como o de São José, no Recife. A captura, o modo de preparar e a degustação da Tanajura são tombados como patrimônio imaterial do povo do município de Tianguá, localizado na Cuesta da Ibiapaba no Ceará



Iaê pessoal tudo bem com vocês?, as formigas tem um papel fundamental no nosso meio ambiente alimentando diversas espécies e mantendo um ciclo de renovação do nosso solo e das florestas.
assim da próxima vez que virem uma formiguinha passando acreditem a família dela é bem grande e ele não vai estar ali por acaso.
lembrando sempre que sugestões e temas para outros artigos podem ser deixados aqui nos comentários junto com seu feedback do que achou OK
Preservem a Natureza sempre, muito obrigado e Hasta Luego.





Fontes:

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

IPOMOEA CAIRICA, MAIS CONHECIDA COMO FLOR DE JITIRANA !

A GRALHA - CANCÃ